Apresentação

O sector da saúde tem vindo a mudar ao longo das últimas décadas e as suas áreas de intervenção estão agora amplamente alargadas. A atuação na interface Saúde-Biotecnologia-Engenharia é hoje decisiva numa sociedade moderna chamada a responder a novos desafios.

O futuro científico em Medicina também aponta para uma interdisciplinaridade crescente. A par desta realidade, a gestão eficaz dos serviços de saúde, para controlar custos e melhorar a qualidade dos serviços prestados, é hoje prioritária. Para responder a estas novas necessidades surge, assim, o perfil do Engenheiro Biomédico.

 

O que fazem os Mestres em Engenharia Biomédica?

O mestrado treina para:

  • Conhecer e compreender os principais desafios da biomedicina na atualidade
  • Entender o funcionamento e ter capacidade para intervir em dispositivos biomédicos, como medidores de funções fisiológicas, aparelhos de diagnóstico e de terapêutica, implantes, ou órgãos artificiais
  • Abordar problemas novos e projetar e implementar soluções no âmbito da biomedicina
  • Planear e realizar projetos de investigação em engenharia biomédica
  • Gerir recursos físicos, financeiros e humanos em laboratórios, empresas industriais ou unidades de prestação de cuidados de saúde
  • Comunicar de forma clara e sustentada com diferentes públicos
  • Integrar equipas multidisciplinares

Estes profissionais podem atuar em contextos profissionais diversos:

  • Investigação e desenvolvimento em áreas de interface entre engenharia e biomedicina, como a instrumentação médica ou a engenharia de tecidos
  • Coordenação de projetos e atividades em engenharia clínica com responsabilidades na criação e manutenção de bases de dados de instrumentos e registos médicos
  • Acompanhamento e personalização de dispositivos de reabilitação para pessoas com deficiências físicas ou cognitivas
  • Manufatura e comercialização de dispositivos médicos, quer de diagnóstico, quer terapêuticos
  • Gestão de empresas do ramo biomédico e de unidades de saúde, nas suas múltiplas vertentes (espaços, equipamentos, recursos humanos, financeira, qualidade,  ambiente, etc)
  • Consultoria orientada para laboratórios e empresas do ramo da saúde
  • Educação e formação

 

Como funciona o Mestrado?

O Mestrado em Engenharia Biomédica destina-se a estudantes que detenham um 1º ciclo de formação em Engenharia, ou com outra formação académica ou perfil profissional adequados. Ao longo de dois anos e 120 ECTS é oferecida uma especialização em Engenharia Biomédica, dando grande relevância ao desenvolvimento de competências práticas compatíveis com um desempenho profissional qualificado. O curso conta com um corpo docente especializado na área e é coordenado pelo Prof. Doutor João Paulo Ferreira.