A Biotecnologia também se joga

Numa dinâmica de interação com a comunidade envolvente, seja ao nível de empresas e parceiros institucionais, seja ao nível dos cidadãos, a Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa (ESB-UCP) coloca a divulgação científica entre os seus eixos prioritários.

Consciente de que a sensibilização dos cidadãos para temas da ciência é importante, não só para suscitar interesse pelo conhecimento mas também para fomentar na sociedade o apreço por escolhas conscientes e sustentáveis, a ESB-UCP tem vindo a desenvolver múltiplas atividades de comunicação de ciência dedicadas à comunidade envolvente. Ao longo dos últimos anos recebeu milhares de estudantes do ensino secundário, abrindo-lhes as suas portas e convidando-os a ver e a experimentar o que é ser cientista, tem levado a Biotecnologia a escolas e superfícies comerciais através de palestras e exposições interativas, e tem convidado o cidadão comum para participar em Tertúlias de Biotecnologia. Foi também neste alinhamento que a ESB teve o privilégio de colaborar com entidades como Rádio Renascença (RR), na rubrica Econsigo, uma rubrica de comunicação de mensagens de ciência, para além de participar frequentemente em programas televisivos para comentar as atualidades científico-tecnológicas.

Mais recentemente, em parceria com a Science4You, a ESB-UCP preparou o um jogo didático, intitulado BIO&TEC, já disponível no mercado (livrarias, centros comerciais e hipermercados, entre outros).

Este jogo, dedicado a um público-alvo diversificado e abrangente, tem em particular atenção jovens adolescentes com curiosidade por temas relacionados com as ciências da vida. Por parte dos autores, todos docentes universitários nas áreas relevantes, a ambição foi a de criar nos mais jovens a sensibilidade e curiosidade por uma área tão central nos nossos dias como é a Biotecnologia. De facto, é unânime considerar-se que esta é uma das áreas que maior influência pode vir a ter nas próximas décadas quer no bem-estar e qualidade de vida, quer na sustentabilidade do planeta.

As perguntas no Bio&Tec abrangeram diferentes áreas da Biotecnologia, desde a alimentação e ciências da nutrição até à saúde, passando pelos prementes desafios que a técnica nos coloca e ainda pelas curiosidades do dia-a-dia.

Como chancela de qualidade, o BIO&TEC contou com mais de 20 autores, todos investigadores e docentes da ESB. Além disso todos os conteúdos foram cuidadosamente editados, com o intuito de assegurar a objetividade e clareza das questões. Estas apresentam-se com diferentes níveis de dificuldade, dirigindo-se assim a diferentes faixas etárias.

Partilhe/Share