e-foodscience em rede europeia

Nos tempos da Estratégia Europa 2020, para superar a crise socioeconómica que afeta os países europeus, estratégia essa que visa impulsionar o aumento do emprego e promover a igualdade e inclusão social, o projeto e-foodscience tem como objetivo principal utilizar o potencial do capital humano e social da Europa, provenientes de institutos de ensino superior e da indústria, de forma a trocar e transferir conhecimento e know-how em áreas de educação de ciência e tecnologia alimentar, através da criação e desenvolvimento de uma rede que irá proporcionar oportunidades de cooperação entre as partes interessadas.

A ESB é um parceiro ativo nas várias atividades estando a coordenar tematicamente a área de Alimentos Funcionais e Inovação e Empreendedorismo. O Projeto prolonga-se até 2017 (2015-2017) e envolve um orçamento total de cerca de 300.000 euros.

Os objetivos específicos deste e-foodscience são:

  1. Melhorar a qualidade e relevância da oferta de aprendizagem na educação através do desenvolvimento de abordagens novas e inovadoras de educação e apoiar a difusão das melhores práticas em educação da ciência e tecnologia alimentar
  2. Promover práticas inovadoras em educação, apoiando o ensino personalizado, a aprendizagem colaborativa e pensamento crítico, o uso estratégico das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), recursos educacionais abertos (REA), aprendizagem aberta e flexível, mobilidade virtual e outras novas pedagogias
  3. Aumentar a relevância do mercado de trabalho na educação e aprendizagem e da qualificação profissional, reforçando as ligações entre a educação e o mundo da indústria alimentar
  4. Melhorar as capacidades das universidades participantes nas áreas de desenvolvimento estratégico, qualidade de aprendizagem e de internacionalização.

Para mais informações contactar o Eng. Eduardo Cardoso.

Com o apoio do Programa Erasmus+

Partilhe/Share