Tenowa - O renascimento dos têxteis

O projeto R4Textiles, que envolveu a ESB, a empresa Riopele e os Centros Tecnológicos CITEVE e CeNTI, resultou na criação de um novo tipo de tecido que combina a reciclagem e a reutilização de resíduos gerados a partir das indústrias têxtil e agroalimentar. O caráter sustentável valeu a este novo têxtil - agrupado na nova marca Tenowa da Riopele - o Prémio Produto Inovação COTEC 2018 apresentado a 22 de maio em Évora.

Na ESB o trabalho foi coordenado pela Prof. Manuela Pintado e o financiamento global (no valor de 80 mil euros) veio do programa Compete 2020. A criação das fibras Tenowa também permite reduzir o consumo de água e energia além, naturalmente, da fibra principal.

Um macacão e um vestido da autoria do designer Nuno Baltazar (na foto) foram os primeiros sinais práticos do uso deste têxtil e tiveram já honras de lançamento internacional.

Partilhe/Share